Novo líder do PT, Pimenta se reúne com trabalhadores e trabalhadoras que estão em greve de fome contra a Reforma da Previdência

Publicado em | Categorias: Imagem do Dia, Notícias e Destaques |

Em sua primeira agenda oficial como líder eleito do PT na Câmara, o deputado federal Paulo Pimenta (RS) esteve com os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade que estão há nove dias em greve de fome contra a Reforma da Previdência. Na tarde desta quarta-feira (13), Pimenta levou sua solidariedade ao movimento, que já se espalha em todo o Brasil. Ontem, em Porto Alegre, inspirados no movimento que iniciou em Brasília, dez trabalhadores deram início ao jejum contra a proposta de Michel Temer de acabar com o direito à aposentadoria no Brasil.

Segundo Pimenta, o ato de bravura e resistência dos trabalhadores e trabalhadoras, que colocam suas vidas em risco, serve para conscientizar a população brasileira dessa reforma proposta pelo PMDB-PSDB. “Enquanto no governo Temer os bancos, as multinacionais e empresários sonegadores recebem perdão bilionário de dívidas, a classe trabalhadora vê ir embora seus direitos, que foram conquistados ao longo de décadas e muitas lutas. Se esse maldito desmanche da previdência for aprovado, na prática, significa dizer que nunca mais, no Brasil, um trabalhador ou uma trabalhadora conseguirá se aposentar”, protestou o novo líder.

Além de Brasília e Rio Grande do Sul, já se confirmam greves de fome, Dia de Fome, vigílias, atos e ações de denúncia da Reforma da Previdência nos estados do Sergipe, Rondônia, Santa Catarina, Espirito Santo, Bahia, Piauí, Pernambuco e Alagoas.

De acordo com o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), a Greve de Fome não apenas segue, como será intensificada. Para o Movimento a Greve significa que alguns passarão fome por alguns dias para evitar que muitos passem fome uma vida inteira.


Categorias: Imagem do Dia, Notícias e Destaques



Criado por Prumos.com